Tamanho do texto

Nossa seleção ainda não despontou nesta copa, porém os ternos encomendados pela CBF para ocasiões oficiais e confeccionados pelo estilista Ricardo Almeida para a equipe de jogadores já brilharam muito e são um gol de elegância

Os ternos do Brasil
Divulgação
Os ternos do Brasil

Ponto para o Brasil, que tinha a intenção de retomar a atmosfera glamourosa dos tempos de Pelé e companhia. A taça ainda não temos, mas jogadores extremamente bem vestidos está garantido. O costume (nome correto da vestimenta já que o estilista optou por não criar terno completo, portanto não tem colete)  é elaborado em tecido especialíssimo de lã fria com frios azuis e pretos que resultam num azul marinho, tem calça slim e compõe um visual mais esportivo com gravata, camisa e tênis preto, mas sem deixar de ser elegantíssimo e segundo o estilista, os desenhos internos homenageiam os cinco troféus que o Brasil conquistou em competições anteriores. Já no uniforme de jogo não vemos tantas novidades ou ousadias.

Famoso uniforme da Nigéria.
Divulgação
Famoso uniforme da Nigéria.

   Entretanto, quem tem feito mais sucesso e se destacado como a bola da vez é o uniforme da Nigéria, pontuado pela maioria das matérias sobre moda como o mais estiloso do torneio. Com peças esgotadas em minutos, mais de três milhões vendidas, filas e aglomerados de compradores assim que foi aberta a venda, o uniforme dos nigerianos é um caso à parte neste evento, complementado lindamente por um agasalho considerado também um dos mais lindos do torneio.

  As parcerias entre seleções, criadores e grandes marcas de luxo são inúmeras e repletas de inspirações, agora nos resta esperar para ver a arte sair das roupas e partir para os pés.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.